Vocabulário infeliz

 Aldo  Meio Ambiente  20/09/2017

É comum em nossa sociedade o infeliz hábito de xingarmos uns aos outros usando nomes de animais. Cachorro é o indivíduo sem caráter, mulherengo, traidor. Cachorra, então, é a mulher vulgar, de mau caráter também. Vaca, galinha, piranha também são palavras usadas para tais definições. Cavalo para os indivíduos grosseiros e sem educação. Esse hábito infeliz também está nas telenovelas e programas diversos. Recentemente observei em duas telenovelas o uso da palavra ariranha para mulheres grosseiras e traidoras. Quando fui verificar, vi que ariranha é um animal marinho, semelhante a uma foca que não apresenta ABSOLUTAMENTE nada do sentido que é dado à palavra.

Os humildes burros, jegues, jumentos, mulas têm seus nomes ligados a pessoas estúpidas, ignorantes e desprovidas de bom senso. Urubus e abutres são relacionados a pessoas aproveitadoras, oportunistas e corruptas. QUANTA INJUSTIÇA!

Veja bem: o cachorro e a cachorra são os maiores exemplos de FIDELIDADE, COMPANHEIRISMO e AMOR INCONDICIONAL. A vaca e a galinha são ícones de mansidão, simplicidade e além disso, são mães exemplares. Cavalos são a verdadeira personificação da dignidade, sensibilidade, elegância e força. Burros, jegues, jumentos e mulas são trabalhadores incansáveis e disciplinados e não têm nada de ignorantes. Sabem exatamente qual é o trabalho a ser feito, o caminho a ser percorrido. Urubus e abutres têm a importantíssima função de lixeiros da natureza, o que é que isso tem a ver com corrupção e oportunismo?

Quem usa nomes de animais para xingar os outros, na verdade, os está elogiando. É um elogio ser chamado de cachorro, significa que ele é fiel, companheiro, amoroso, protetor. Ser chamado de burro? quer dizer o oposto: muito inteligente e disciplinado. Ser xingada de vaca, galinha, cachorra, ariranha? não se incomodem, estão sendo elogiadas, elevadas! Quer imagem maior de ternura que uma vaca com seu filhote? de uma galinha chocando seus ovos? E o que dizer do cuidado e proteção que uma cachorra dedica aos seus filhotes? Ariranhas? são fofinhas, lindinhas! E se for chamado de abutre ou urubu, pode se sentir importante, imprescindível, na verdade.

Ora, pessoal, a língua portuguesa é riquíssima. Tem adjetivos para tudo o que você quiser e imaginar. Vamos aprender a usar direito as palavras e principalmente, a não transferir para os animais as mazelas que são APENAS nossas. Eles, felizmente, não têm essas "qualidades" . Só mesmo o ser humano é capaz de tanta variedade.

Que tal pensar antes de usar uma palavra? Não é tão difícil assim, acredite!

Até mais, pessoal.

Professora  Elaine Camilo, da   EE Antônio Caputo/ Célio Luiz Negrini e da Comissão em defesa dos animais do sindicato dos professores do Estado de São Paulo- apeoesp