Usuários apresentam proposta para tirar o Imasf da UTI.

 Aldo  Saúde  14/06/2017

Excelentíssimo Senhor Vereador Pery Cartola, Presidente da Câmara Municipal de São Bernardo do Campo, na pessoa de quem saúdo todos os vereadores desta Casa;

Excelentíssimo Senhor Vereador Ramon Ramos Líder do Governo Municipal, na pessoa de quem saúdo os membros do Poder Executivo;

Ilustríssima Sra. Lúcia Ramaciotti Presidente da Associação dos Usuários do IMASF na pessoa de quem saúdo todos os beneficiários do IMASF;

Meus Senhores e Minhas Senhoras

Se por um lado é motivo de orgulho estar aqui nesta tribuna, por outro lado é motivo de muita tristeza, de muita angustia; pois, o motivo que me trás aqui é a grave crise pela qual passa o IMASF.

Nobres Vereadores, certamente, é do conhecimento dos Senhores, que o IMASF é sucessor do Instituto Municipal de Previdência de São Bernardo do Campo, instituto criado em 1964, com a finalidade de dar segurança aos servidores públicos municipais de São Bernardo do Campo no que diz respeito à saúde,e, certamente, também, é do conhecimento dos senhores que num passado, não muito distante, o IMASF era motivo de orgulho do Governo Municipal,
época em que seus governantes se vangloriavam de oferecer aos servidores públicos municipais um plano de assistência médica e previdenciária considerado um modelo, uma referência para o país, O que, lamentavelmente, nos dias atuais, faz parte da história está apenas na lembrança dos beneficiários da 3ª idade.

Nos dias atuais, os beneficiários do IMASF estão vendo a cada dia diminuir a qualidade dos serviços de saúde que recebem; diminuir as opções de assistência à saúde ; E, o que é mais preocupante, é que as notícias que chegam, é que o Governo Municipal considera o IMASF um problema sério,
cuja solução é sua dissolução,com o que, os beneficiários do IMASF não podem concordar, E, não podem concordar, por conta de um trabalho desta Casa: a CPI do IMASF, concluída no ano passado. a conclusão da CPI é que o IMASF nos últimos 15 anos teve gestões desastrosas, teve no seu comando gestores incompetentes e irresponsáveis tinha um sistema de controle financeiro primário, isto para não dizer que não tinha controle algum, prova disto, em depoimento na CPI, a Superintendente do IMASF, do exercício de 2016, afirmou que as contas do IMASF estavam em ordem, e que existia um pequeno saldo a pagar da ordem de R$ 5 milhões de reais.

No entanto, as notícias que chegam, é de que o IMASF, nos dias atuais, tem uma dívida de 23 milhões de reais, junto aos fornecedores.

Nobres vereadores, não é justo para com os beneficiários do IMASF, não é justo para com a Cidade de São Bernardo do Campo o IMASF, ser dissolvido por conta da incompetência de seus gestores.

É momento de fazermos “mea-culpa”, se o IMASF chegou nesta situação falimentar, é por que, todos: Poder Executivo, Poder Legislativo e nós, os beneficiários temos nossa parcela de culpa.

O Poder Executivo por ter entregue o IMASF a gestores incompetentes, irresponsáveis; o Poder Legislativo por não ter exercido o seu poder de fiscalização, nós os beneficiários por não termos sidos vigilantes.

O momento exige, mais do que apontar culpados, o momento exige que se encontre uma solução para a grave crise que assola o IMASF.

Para os beneficiários do IMASF é necessário uma reestruturação do IMASF,uma reformulação dos planos de assistência à saúde o que deve ser buscado com transparência e com a participação de todas as partes envolvidas: Poder Executivo, Poder Legislativo, os beneficiários, os agentes de saúde (médicos, clínicas, hospitais, enfermeiros) e os funcionários do IMASF.

E, é por esta razão, nobres vereadores que estamos aqui, usando essa tribuna livre para clamar aos senhores que voltem os seus olhos para o IMASF, para a busca de uma solução para a grave crise que assola o IMASF, promovendo audiências públicas com a presença de todas as partes envolvidas.

Os beneficiários do IMASF protocolaram no protocolo da Presidência desta Casa uma proposta de reestruturação do IMASF,de reformulação dos planos de assistência à saúde elaborada por um grupo de trabalho da Associação dos Usuários do IMASF que
desde já, se colocam à disposição dos senhores para dar as suas contribuições.

Obrigado pela atenção

atenciosamente José Tadeu Modolo ADVOGADO – OAB/SP 74.296 CEL (11) 9.71217513 (vivo)