Sobre a polêmica da ida ao ocupa Brasília no dia 24/5

 Aldo  Movimentos Sociais  10/05/2017

Sobre a polêmica sobre a ida ao ocupa Brasília no dia 24/5.

De fato estamos num momento da conjuntura bastante delicada e sabemos que o governo golpista e seu congresso servil estão pactuados para destruir as conquistas do sofrido povo brasileiro. Neste sentido, seria sensato por parte da diretoria da apeoesp RECONHECER QUE a floresta está sendo atacada e deve ser defendida.

O centro da luta da classe passa pela unidade contra os ataques, e a justa disputa eleitoral não deve estar acima desse calendário coletivo aprovado pelas centrais sindicais. Devemos continuar tencionando pela mudança da data da eleição usando os mecanismos estatutários e regimentais disponíveis para tal finalidade.
Lucas: Perfeito meu camarada Aldo. No entanto não acho que a diretoria majoritária da Apeoesp( Articulação Sindical) irá adiar as eleições. Para estes burocratas o controle do aparato e as benesses decorrentes deste controle estão acima dos interesses da categoria.

A presidenta da Apeoesp- Bebel- já declarou que as eleições não serão adiadas. E mais, disse que o adiamento das eleições é uma manobra da chapa 3. Pior ainda: disse que é possível ir à Brasília e voltar para participar das eleições. Aí está diferença entre aqueles que defendem o controle do aparato em sim mesmo e aqueles que acham que a razão de ser de um sindicato é ser uma arma de combate contra os patrões . No meu caso, se a saúde me permitir, estarei em Brasília.

Lutar e vencer é preciso!

Aldo Santos – militante sindical, partidário e da Associação dos Filósofos.