Oposições se retiram do congresso e se unificam contra o braço sindical dos governos que controla a APEOESP

 Allconectado  Economia  08/12/2013

 Oposições se retiram do congresso e se unificam contra o braço sindical dos governos que controla a APEOESP.

Mais de 800 delegados do XXIV congresso da APEOESP retiraram-se dos trabalhos após muita arrogância e truculência da mesa instalada para o ponto estatuto da entidade.

Desde inicio ficou claro que o objetivo do presidente dos trabalhos, era impedir que o debate fosse feito e então, aprovar os artigos que acabam com a autonomia e democracia no sindicato e ainda, restringir a participação dos professores nas assembleias.

Um dos dispositivos defendidos pela mesa composta pelo braço sindical dos governos 0ARTISIND CHAPA 1 e aprovado com a arrogância e truculência usual desse setor, objetiva retirar a autonomia das subsedes, exatamente onde o professor é organizado na base para combater os ataques das políticas dos governos de plantão.

O segundo artigo aprovado nas mesmas condições, tem a função de restringir a participação dos professores nas assembleias, pois estas passarão a ser realizadas em locais fechados com prévio credenciamento.

Mesmo após intenso protesto dos setores de oposição, o braço sindical dos governos se manteve irredutível, não havendo alternativa, senão a saída do plenário e a tentativa de forçar uma negociação com a turma governista que controla a entidade.

Depois de decorrido um tempo, e sem avanços nas negociações, a oposição unificada decidiu não retornar ao congresso e preparar de forma unificada o combate ao setor majoritário que há tempos não representa os interesses da categoria, e que ao longo dos últimos foi corresponsável pelos  ataques que o magistério paulista tem sofrido, levando a situação atual.

Contato: Trabalhadores na Luta Socialista regional ABC

tlsregionalabc@gmail.com