Diretores do sindicato e comunidade do Tito Lima comparecem a Diretoria de Ensino.

 Aldo  Cidades  09/11/2017

 

Conforme compromisso da dirigente com representantes do sindicato e representes da Escola Estadual Tito Lima no Parque Estoril Riacho Grande,as partes compareceram a referida reunião e mesmo com respostas inconclusas, a Dirigente de Ensino Vanderlete recebeu a comunidade, esclareceu sobre a pesquisa que está realizando em relação a titularidade do Prédio, e, que ainda está em fase de pesquisa junto a cartórios de imoveis.

Ela ouviu do sindicato, de professores e de representes da Comunidade que os mesmos não abrem mão da Unidade escolar Tito lima,uma vez que a mesma já faz parte da memória viva dos estudantes que por lá passaram, e o fechamento da escola, segundo um dos moradores dificultaria ainda mais a vida da comunidade do Estoril, Capelinha e região.

A nova diretoria eleita da sociedade amigos do bairro protocolizou abaixo assinado com aproximadamente 1300 assinaturas contra o fechamento da escola, o conselho de escola também entregará documento contra o fechamento , bem como a coordenação do sindicato ficou de encaminhar a lista dos presentes à reunião de representeantes de escola que também se manifestaram pela manutenção da unidade escolar.

Reivindicamos na reunião anterior a abertura do ensino médio no Tito Lima e a dirigente afirmou que a documentação foi encaminhada. aos órgãos competentes.

Assim que a pesquisa junto aos cartórios ficar pronta a dirigente vai comunicar aos interessados e como proceder diante da resposta.

Nossa expectativa é de que tanto o governo do estado, quanto ao prefeito municipal, que os mesmos entrem num acordo e mantenham essa escola que foi uma grande conquista da comunidade organizada há décadas.

A dirigente disse que trabalha inclusive com a hipótese de que se o prédio for da prefeitura, só deveria ocorrer mudanças após a construção de uma nova escola Estadual na região para dar vazão e manter o atendimento a população local.

A luta vai continuar junto ao Estado, e se necessário, junto a prefeitura municipal para que se respeito as conquistas da comunidade.Ao final, solicitamos esclarecimentos sobre a abertura de períodos noturno em outras escolas, onde a mesma confirmou o encaminhamento de abertura do noturno no Caputo, no Fornari, no Ivone ,além da abertura do Ejá no São Pedro e em outras unidades escolares.


SBCampo, 09/11/2017


Informe da coordenação da subsede da apeoesp/sbc.