Boas festas e feliz 2018.

 Aldo  Cidades  29/12/2017


Temos o que comemorar, pelo menos a mudança de calendário e o esperançar vindouro. A burguesia basta a si própria, vamos comemorar e compartilhar o que pensamos, o que fazemos e o que projetamos para a luta revolucionária da nossa classe.
Todos e todas estão convocados para:“Organizar a esperança,
Conduzir a tempestade
Romper os muros da noite,
Criar sem pedir licença
Um muro de liberdade”.[Pedro Tierra]

ENFRENTE-SEMPRE!

Professor Aldo Santos.

foto celeiro de memória.